Música

Duo de blues esquenta a noite de sexta no Reduto

Val Fonseca e Davi Amorim se apresentam na Casa do Fauno

O ano começa ao som de blues no Baixo Reduto, na região central de Belém. Escolados no gênero musical, o vocalista e gaitista Val Fonseca e o guitarrista e violonista Davi Amorim têm encontro marcado nesta sexta-feira (11) no projeto Jazz N’ Blues, do espaço gastronômico e cultural Casa do Fauno, a partir das 22 horas.

Val Fonseca & Davi Amorim Blues Duo, o show, repete a dobradinha que deu certo no final do ano passado, e que levou muitos fãs de blues ao casarão do Fauno. “Há tempos eu chamava o Davi Amorim pra fazer esse trabalho de blues comigo, mas, todas as vezes que a gente marcava pra se reunir, acontecia um imprevisto, ou comigo ou com ele. Quando conseguimos encaixar os horários, trocar material, ensaiar, o resultado daqueles!”, conta Fonseca.

         O repertório é caprichado, de primeira linha – blues tradicional, jazz blues, blues de vanguarda, música instrumental e até canções brasileiras, incluindo algumas do rei Roberto Carlos, em levada de blues – isto é, executadas com notas baixas, estrutura musical circular e cantadas com aquele toque de “sofrência” que remonta à escravidão negra no sul dos Estados Unidos, onde nasceu o gênero.

         “De fato, nosso repertório é eclético, valorizado com minhas intervenções de gaita e com solos de violão e guitarra do Davi, que são eletrizantes. Um show com o mais puro espírito do blues, no qual mostraremos um pouco do que a gente aprendeu durante esses anos todos trabalhando com a cultura musical afro-americana e brasileira”, sintetiza o gaitista e vocalista.

Val Fonseca – Nascido em Belém, Val Fonseca começou como vocalista da banda Falsos Adeptos, na vila de Icoaraci, na década de 1990; o início de sua carreira remonta ao primeiro Rock 24 Horas. Encarou os estudos de gaita (harmônica) a partir de 1997, inspirado no estilo de grandes mestres como Jean Jaques Milteau, Sugar Blue, Charlie Musselwhite, Flavio Guimarães, e outros. Fonseca estudou teoria musical no conservatório Carlos Gomes, passou três anos em Brasília, onde começou a aprimorar sua técnica em vários estilos musicais como o blues, jazz, regae, MPB e rock, e nesse meio-tempo desenvolveu uma didática própria para ministrar aulas e ajudar a outras pessoas a desenvolverem habilidades musicais. Na Capital Federal, participou de bandas importantes como Oficina Blues, Power Trio, Tijolada Reggae. De volta a Belém, em meio a muitas atividades, remontou a banda Indigo Blues, produziu shows próprios, toca permanentemente na noite e atualmente está focado num novo projeto de músicas autorais e ao estudo ensino de gaita diatônica.  

David Amorim – Nascido em Belém, autodidata, Davi Amorim é mais do que violonista e guitarrista. Também é arranjador, compositor e produtor musical. Profissionalizado ainda na década de 1990, gravou vários CDs com artistas paraenses, participou da Orquestra de Música Latina da UFPA, e estava entre os músicos que representaram o Pará no ano do Brasil na França, em 2006. Também participou do Projeto Pixinguinha.

Ainda em 2006, Amorim integrou a turnê europeia de Fafá de Belém, e em 2010 foi o diretor musical do show Canto das Águas que Fafá apresentou no Sesc Pompeia, na capital paulista. Participou do Projeto Mais Educação, do Governo Federal, como professor de violão, e é frequentemente convidado para participar de programas de rádio e TV. Atualmente está envolvido com a produção de CDs de artistas consagrados e novos e segue carreira-solo com sua banda de música instrumental.

O duo desta sexta, na Casa do Fáuno tem ingresso a preço camarada: R$ 15.
(Texto: Iran Souza – Foto: Carlos Sodré)

Serviço

11 de janeiro - SEX

22h

Casa do Fáuno

Rua Aristides Lobo, 1061 - Reduto

(91) 99808-2322

R$15