Teatro e Humor

Encena Festival de Teatro ocupa as ruas de Belém

Evento tem espetáculos e debates sobre arte e resistência


Neste mês de agosto, a rua será o palco das artes cênicas de Belém em suas mais diversas possibilidades: teatro com bonecos, operetas, comédias, críticas políticas e textos líricos serão apresentados ao ar livre na primeira edição do Encena Festival de Teatro de Rua, que será realizado nos dias 21, 23, 24 e 25, com entrada franca.

Em sua abertura no Sesc  Boulevard, às 14h, a programação provoca debates urgentes para quem faz e apoia a cultura com rodas de conversa sobre políticas públicas de incentivo e economia criativa.

De 23 a 25, o evento promove espetáculos de grupos locais que são referência no teatro do Pará. Serão três espetáculos por noite, no Anfiteatro da Praça da República. A Cia Lama de Teatro abre as apresentações com a peça “Bonecos e Tambores”, que conta a história do carimbó a partir da vida de Mestre Verequete.

Em seguida, às 19h, entra em cena o Bando de Atores Independentes (BAI), com o inédito “Homem não Chora”, que traz reflexões sobre os muros que enclausuram o sentir e a expressão de nossas dores. Às 20h, os Palhaços Trovadores apresentam “A Vingança de Ringo”, um autêntico dramalhão circense, inspirado nos filmes de bang bang.

No dia 24, às 18h, o Grupo Experimental de Teatro (Gemte) apresenta “Quem vai pagar o pato?”, uma fábula sobre as injustiças sociais protagonizada por bichos que são explorados enquanto buscam por sonhos inalcançáveis. Às 19h, o acaso comanda a Cia Sorteio de Contos, que convida o público a escolher de forma aleatória o que será apresentado na noite. Às 20h, o Dirigível Coletivo de Teatroapresenta o espetáculo “Pássaro”, uma experimentação entre o gênero “melodrama fantasia” e o formato “cordão de meia lua”, estruturas típicas do teatro popular, baseado nas histórias da tradicional brincadeira junina do Pará.

No dia 25, a Troupe Vira Rumos apresenta o espetáculo a “Pena e a Lei”, realizado com atores e bonecos, inspirado na obra homônima de Ariano Suassuna. Farsa popular nordestina que conta a história das aventuras de Benedito que, com sua malandragem popular, procura conquistar o amor de sua vida.

A noite segue com a Cia de Teatro Madalenas, com a peça “La Fábula”. No enredo, uma rainha e três contadores de histórias convidam a plateia para mergulhar no saco do maravilhamento onde tudo que se imagina vira realidade. Às 20h, o In Bust apresenta “Fio de Pão – A história da cobra Norato”, que resgata do imaginário popular o causo da cabocla que pariu duas cobras: Caninana, a má, e Norato, que só quer encontrar quem o desencante para virar gente.

Para encerrar a programação, música, tambor e carnaval no show do Bando Mastodontes, no Espaço Cultural Apoena, a partir de 21h. “O projeto se molda como o primeiro festival de teatro de rua da cidade, realizado de forma coletiva e colaborativa. Ousamos experimentar, fazendo na fúria e na vontade. Somos imperfeitos, insistentes e inacabados. E por sermos assim, seguimos”, diz Leonel Ferreira, idealizador do Festival.

*Com informações da Assessoria
Foto: Rafael Samora

 

Serviço

De 21 de agosto - TER

Até 25 de agosto - SÁB

Programação completa na matéria

Centro Cultural Sesc Boulevard - Av. Boulevard Castilhos França, 522

Anfiteatro da Praça da República - Av. Presidente Vargas

(91) 99368-2300

Grátis