Artes Visuais

Exposição “Memórias Líquidas”

MABEU comemora 20 anos, com exposição sobre os impactos sociais em Barcarena

No ano em que se comemora 200 anos da presença dos museus no Brasil, a partir da criação por Dom João VI, em 1818, do Museu Real, hoje Museu Histórico Nacional da UFRJ, comemora-se em Belém 20 anos do MABEU: Museu de Arte Brasil Estados Unidos, criado em 04 de maio de 1998.

Para celebrar, o MABEU (Galeria de Arte do CCBEU) abre nesta terça-feira (5) a exposição denominada “Memórias Liquidas”, das fotógrafas Brenda Brito, Iza Girard, Mara Hermes e Nádia Borborema. A curadoria é de Alexandre Sequeira. A vernissage acontece às 19h, com entrada franca.

Os registros fotográficos abordam o impacto das atividades do Distrito Industrial de Barcarena na população local. São 42 fotografias da rotina e das memórias de moradores da comunidade de Vila Nova, uma das primeiras a serem realocadas com a criação do Distrito Industrial no município na década de 1980.

Ao longo de quase quatro décadas, o desenvolvimento da atividade industrial em Barcarena gerou empregos e movimentou a economia local e regional. Porém, alterou a história e trajetória de várias famílias que tiveram que ser realocadas de seus lares originários para cederem espaço às indústrias. Para essas famílias, restaram memórias de um período de mais riqueza de vida e de afeto. Ao mesmo tempo, essas famílias e os outros habitantes do município sofrem no presente com sucessivos desastres ambientais ligados à poluição dos recursos hídricos, muitas vezes silenciosos e imperceptíveis a olho nu, mas que alteram a relação de todos com o uso da água.

Após a abertura, a visitação da Mostra pode ser feita de 06 a 28 de junho, de segunda à sexta, de 14h às 19h, e aos sábados, de 9h às 12h. A entrada é franca.

*Com informações da Assessoria
Foto: Divulgação

 

 

Serviço

05 de junho - TER

28 de junho - QUI

19h - Vernissage

14h às 19h - Visitação - Seg à sex

9h às 12h - Aos sábados

Galeria de Arte do CCBEU/MABEU

(91) 3221-6116

Grátis