Cinema

A luta de José Mujica contra o regime militar uruguaio

Longa volta à tela do Líbero Luxardo de 06 a 12 de dezembro

Durante a ditadura militar no Uruguai, José Mujica, que viria a se tornar um dos mais admirados presidentes sul-americanos de todos os tempos, Mauricio Rosencof e Eleuterio Fernández Huidobro são presos e juntos enfrentaram uma verdadeira jornada de sobrevivência. Confinados e torturados por mais de 12 anos, sobreviveram às condições mais adversas em nome de suas ideologias. O filme “Uma noite de 12 anos”, dirigido por Álvaro Brechner, remete o espectador ao Uruguai durante o regime militar (1973 a 1985) que prendeu, torturou, despachou para o exílio e assassinou os que se arriscaram a desobedecer o Governo.

Com quase três décadas de atuação, o ator Antonio de La Torre considera que interpretar José Mujica foi o trabalho mais importante de sua carreira. Afinal, “Uma noite de 12 anos” se passa quase todo dentro das inúmeras prisões ocupadas por Mujica. Suas cenas são claustrofóbicas e agonizantes, mas, acima de tudo, impressionantes. No elenco, se destacam também as atuações dos atores Chino Darin e Alfonso Tort.

O longa argentino,”Uma noite de 12 anos” que retrata a solidão e a esperança de quem se opôs ao regime militar uruguaio volta às sessões regulares do Cine Líbero Luxardo, da Fundação Cultural do Pará, com exibições programadas para os dias 06 a 09, 11 e 12 de dezembro, às 18h. Os ingressos custam R$ 12,00(inteira) e R$ 6,00 (meia).

Confira o trailer:

Serviço

De 06 de dezembro - QUI

Até 12 de dezembro - QUA

18h

Cine Líbero Luxardo

Av. Gentil Bittencourt, 650

(91) 3202-4391

R$ 12,00 | Meia: R$ 6,00